21 December, 2014

Forever 21

by Carolina Bastos No Comments

Sobre a Forever 21

No mundo consumista da moda, só se fala em Forever21, com a inauguração de algumas lojas aqui no Brasil. Forever21 ou F21 (para os íntimos) como é conhecida hoje, já foi a Fashion21 em 1984. Nascida em Los Angeles por imigrantes Sul-Coreanos, os empreendedores Dong-Won Chang e Jin Sook.
A proposta da loja era unir o útil ao agradável com peças modernas e diferenciadas importadas de seu país de origem com preços populares, em pouco tempo, mais precisamente 1 ano após a inauguração da primeira lojinha num espaço de 90m² o faturamento teve um up grade de U$35.000 para U$700.000. A marca rapidamente caiu no gosto dos americanos impulsionou a F21 a bater seus próprios recordes, com a inauguração de uma loja a cada 6 meses, fazendo com que suas lojas se multiplicassem em solo americano.
Sempre seguindo o preceito de ter roupas antenadas e descoladas, a Forever21 resolveu criar departamentos nas lojas com intuito de atender novos públicos, ai que começou a entrar outras sub-marcas na loja.
Depois de conquistar os EUA, chegou a hora de expandir-se para outros países, dentre eles nossa querida pátria amada, sim, o Brasil. 
Depois de sua propagação, inclusive no nosso contimente, um outro desafio da Forever21, é modernizar a marca ainda mais e tirar a imagem de "cópia" de outras marcas e estilitas sem perder o seu propósito que são os preços baixos.
A F21 é sempre ponto focal de grandes estilistas americanos e Marcas, por causa de acusações de plágio, com isso brotam os processos contra a Fast Fashion. Para sorte de seu Chang, nos EUA somente as estampas são protegidas por direitor autorais, os recortes das peças, não. Com isso a F21 conseguiu reverter quase 100% dos seus processos.
Assim como outras grandes marcas, a F21 também sofre com acusações de mão-de-obra escrava, ja que somente 30% das suas peças são produzidas em Los Angeles a outra parte vem de países como China, Paquistão e Vietña.


Curiosidades

Da escolha das peças para produção até pendurar no cabide, duram em média 6 semaninhas;
A F21 doa todo o faturamento de um dia das lojas e site para caridade;
Todas as sacolas tem o versículo João 3:16 "Porque Deus amou o mundo, que deu o seu filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pareça, mas tenha a vida eterna."Amém!
Todos os valores dos produtos terminam com 80 centavos. 8 é o número da sorte para eles.

Oque é Fast Fashion?

Fast Fashion traduzido ao pé da letra, trata-se de moda rápida, termo usado por grandes lojas para produção rápida e contínua de novidades, proporcionando a renovação de coleções semanalmente ou ainda para os mais ousados, diariamente e com preços sempre acessíveis.

Qual diferencial da F21 com as demais fast fashions?


Embora a proposta da F21 é vender peças baratas, o grande diferencial da marca é o "glamour" das suas lojas como um todo, 

isto é, desde a forma de atrair olhares com sua forma deslumbrante de expor seus modelos nos manequins, nas enormes vitrines, a caracterização dos seus funcionários até a playlist tocada na loja, inspirada na Califórnia que é tocada em todas as suas lojas do mundo, a ousadia de suas frases marcantes nos ambientes como “Life is Short, Buy It”, sua presença marcante nas redes sociais, sua própria hashtag #F21xME que incentivam as fãs das lojas postarem seus looks com esta hashtag proporcionando um marketing colaborativo nas redes sociais.
A alta informação de moda e a velocidade com que se renova, faz com que a F21 leve o conceito fast fashion ao pé da letra. A ideia da loja é que suas clientes não encontrem nas ruas centenas de pessoas com roupas iguais, permitindo uma certa exclusividade as suas leitoras.

Bom pra gente

Com a chegada de uma forte concorrente, as outras fast fashion começam a rever seu conceito. 
As Lojas Marisa começou a inversir no seu e-commerce.
A Riachuelo, inaugurou uma mega loja na Oscar Freire, afim de atingir outros públicos, como a classe A e B por exemplo.
A C&A tem feito parcerias com grandes estilistas e marcas nacionais e internacionais como a Calvin Klein (liderada pelo estilista brasileiro Francisco Costa).
A Renner, entrou com força total em seus comerciais sendo circulados em horário nobre.


Lojas no Brasil

Atualmente no Brasil já contamos com lojas em:

  • Shopping Morumbi, São Paulo (SP)
  • Barra Shopping, Rio de Janeiro (RJ)
  • Village Mall, Rio de Janeiro (RJ)
  • Shopping Ribeirão, Ribeirão Preto (SP)

Espera-se que a rede de lojas de roupas  termine o ano com sete unidades no Brasil. Além das quatro primeiras, estão programadas mais uma em São Paulo (Na região do ABC, em São Bernardo), uma em Porto Alegre e outra em Brasília.